quinta-feira, 24 de abril de 2014

#HappyBirthday: 2 anos de Senhorita Priscila!


No dia 24 de Abril de 2012, resolvi criar um blog e dei o nome de Um Cappuccino e a Conta. O foco dele eram os meus textos, e foi tão bacana a ideia que acabei criando um projeto de mandar e receber cartas entre as próprias leitoras do blog, a maioria aceitou, e sabia que iria ser legal interagir com os membros. Mas, nada saiu como planejado, eu precisava estudar mais e o blog acabou entrando em hiatus.

Em novembro do mesmo ano o blog voltou à ativa, com muitas novidades, layout estilo princesa e com postagens diárias. Fui muito bem recebida pelas antigas leitoras e ganhei novos leitores, investi à fundo no blog, ganhei belas parcerias (algumas me acompanham até hoje) e ficamos assim, entre postagens, paradas e voltas inesperadas.

Até que fiquei incomodada com o nome do blog e resolvi  mudar e escolher outro nome não foi nada fácil, mas entre papéis, amigos e rabiscos  surgiu o Senhorita Priscila, e foi muito bem aceito. <3

Hoje o blog completa 2 anos, e a única coisa que posso dizer é: Obrigado! Agradeço pois, o #UCC foi um alívio quando eu mais precisei, me dediquei, e um dia até pensei que nunca mais iria voltar. Mas, aqui estou com meu blog em crescimento, e tenho certeza que vai crescer ainda mais como #SP. Vamos longe!

Mais uma vez obrigado pelo apoio de vocês, que por mais que eu dê aquela escapadinha sempre estão aqui quando volto. Agora #AtacarBolodeChocolate <33





quarta-feira, 23 de abril de 2014

Come In we're Open!


O que acontece quando você percebe que cresceu? Imagens e lembranças vem e vão na sua cabeça não é verdade? Começa a repensar a vida, prever mudanças necessárias, exclui aquilo que não serve mais, aprende coisas novas e assim é que vai caminhando. Não foi muito diferente o que aconteceu comigo, mas percebi que estava na hora de mudar e acreditar em mim mesma. Vai ser difícil é claro! Mas, acredito que estou no caminho e vou acertar.

O blog mudou, o layout também, e talvez ele não vai ficar assim por muito tempo. Ouvi várias vezes que o um blog precisa de uma identidade, e como criar uma identidade se não ficar parecido comigo? Deixar do meu jeito? Uma das coisas que mais gosto é comprar roupas, sendo assim, eu gosto de mudar de roupa, e não gosto que meu blog esteja sempre com a "mesma roupa" (se é que me entendem). Então, se chegarem aqui e o blog já estiver de outro jeito, não liguem. Sou eu fazendo uma mudança necessária.

Amanhã é aniversário de 2 anos do #SP, é claro que eu queria estar fazendo um mega sorteio bombástico. Mas, como não será possível não deixe de vir aqui para ver uma pequena homenagem que farei ao meu bloguito que tem me acompanhado por tanto tempo, mesmo eu não tendo postado nele com tanta frequência que gostaria. Então amanhã, apareça aqui, ok?

Quero só pedir mais uma coisa, não deixe de seguir nas redes sociais, sua presença neles também é importante para ficarem por dentro de tudo que esta acontecendo no #SP:  Fan page  -  Twitter  - Instagram

Agora, declaro oficialmente aberto o Senhorita Priscila





sexta-feira, 28 de março de 2014

Você conhece o #StreetArtRio?



Conheci o #StreetArtRio através de uma revista, era a página final na verdade e me prendeu tanto a atenção que resolvi mostrar para vocês um pouco desse movimento cultural, que tem levado a arte para as redes sociais, através de pessoas como eu e você que adora compartilhar o que vê de bonito, e se é bonito é arte.

#StreetArtRio, é uma iniciativa independente, que tem o objetivo de identificar e mapear obras de artistas locais através de ações colaborativas. A ideia é reunir em um só lugar as intervenções registradas principalmente por amantes da Street Art, que fotografam com seus celulares, câmeras e outros gadgets, as obras encontradas pelo Rio de Janeiro, e compartilham nas suas redes sociais. Ao reuni-las, daremos mais visibilidade a essas divulgações, além de identificar os artistas e oferecer ao público a localização da obra, onde poderá vê-la pessoalmente. 

O Movimento
O movimento #StreetArtRio pretende reunir esses registros da Street Art no Rio de Janeiro, catalogando diariamente a movimentação da expressão artística que surge nas ruas. Obras, artistas e locais são disponibilizados e atualizados à medida que as ruas se transformam, permitindo que admiradores conheçam a riqueza das formas e cores que dialogam com as questões socioculturais da cidade.


Bem legal e original a ideia né? Se identificou e quer participar, basta ter um instagram, tirar uma foto de alguma obra de arte espalhada pela rua, colocar o local  e marcar #StreetArtRio. Ah! por enquanto o projeto é exclusivamente para as obras do RJ. Veja algumas fotos!


Compartilhado por: @julianafervo 


Compartilhado Por: @Marceloment


Compartilhado Por: @Felipebnery 


Sua foto será compartilhada no site do movimento: (www)

Então já sabe, se estiver pelas ruas do RJ, e encontrar belas artes pelos muros e postes à fora, pegue o celular e use a Hastag. (;


quarta-feira, 26 de março de 2014

Tá na moda: Bota de cano curto


Essa não chega a ser uma nova tendência, em 2012 ela estava bem em alta. Acontece é que inverno de 2014 será marcada pelas botas de cano curto, vale até as de estilo cowboy como a da foto acima, porém o que vale mesmo é se jogar nessa trend. Confira no post algumas dicas de como usar e onde comprar.


Vestido jeans com blusão por cima, calça jeans, shorts, já viram que a bota combina com tudo né? Só escolher o seu par agora.


Esses foram alguns dos vários modelos que encontrei pelas lojas online, sem falar nas que pode se encontrar nas lojas físicas. 


Você já tem? O que acha dessa tendência?


segunda-feira, 24 de março de 2014

Dica da Senhorita: Endometriose, não é brincadeira!


Colica, coliquinha, colicão, enfim, todas nós sentimos. Há mulheres denominadas sortudas, que não sentem. Mas, a maioria passa por essa dor no período menstrual, e fala sério, ninguém merece! É um período de bastante remédio na bolsa, reviravoltas na cama, travesseiro para ajudar e muitas outras rezas das boas. O que estou tentando dizer é que talvez a sua cólica possa ser fora do normal, e isso pode levar a uma doença chamada Endometriose. E isso não é brincadeira!

O que é a Endometriose?
Endometriose é uma afecção inflamatória provocada por células do endométrio que, em vez de serem expelidas, migram no sentido oposto e caem nos ovários ou na cavidade abdominal, onde voltam a multiplicar-se e a sangrar. Ou seja, ao invés do sangue sair todo de dentro de você no período menstrual, ele volta e cai nos ovários, podendo levar a endometriose. A doença ataca em média mulheres de 15 até 45 anos.

Isso tudo ocorre por causa de que?
Do endométrio. O endométrio é uma mucosa que reveste a parede interna do útero, sensível às alterações do ciclo menstrual, e onde o óvulo depois de fertilizado se implanta. Se não houve fecundação, boa parte do endométrio é eliminada durante a menstruação. O que sobra volta a crescer e o processo todo se repete a cada ciclo.

Quais são os sintomas dessa doença?

A endometriose pode ser assintomática. Quando os sintomas aparecem, merecem destaque:

 * Dismenorreia – cólica menstrual que, com a evolução da doença, aumenta de intensidade e pode incapacitar as mulheres de exercerem suas atividades habituais;
* Dor e sangramento intestinais e urinários durante a menstruação;
* Infertilidade.
Tratamento
Mulheres mais jovens podem valer-se de medicamentos que suspendem a menstruação: a pílula anticoncepcional tomada sem intervalos e os análogos do GnRH. O inconveniente é que estes últimos podem provocar efeitos colaterais adversos.
Lesões maiores de endometriose, em geral, devem ser retiradas cirurgicamente. Quando a mulher já teve os filhos que desejava, a remoção dos ovários e do útero pode ser uma alternativa de tratamento.
Recomendações
* Não imagine que a cólica menstrual é um sintoma natural na vida da mulher. Procure o ginecologista e descreva o que sente para ele orientar o tratamento;
* Faça os exames necessários para o diagnóstico da endometriose, uma doença crônica que acomete mulheres na fase reprodutiva e interfere na qualidade de vida;
* Inicie o tratamento adequado ao seu caso tão logo tenha sido feito o diagnóstico da doença;
* Saiba que a endometriose está entre as causas possíveis da dificuldade para engravidar, mas a fertilidade pode ser restabelecida com tratamento adequado.

Dicas tiradas do site do, Drº Drauzio Varella.
Sempre que sentir fortes dores, não exite em procurar seu ginecologista.